sábado, 25 de outubro de 2008

E no fim da noite...

A noite vestindo saia,
Dança na sala vazia
Meu rosto se desfaz
maquiagem colorindo a pia

As mãos que não obedecem
Me obrigam a olhar
Escorregam pelo colo nu
Buscando um peito para pousar

Tudo em mim é timidez
Não conheço aquela que vejo
Minha voz ensaia lágrimas
Mas ouço um solfejo

Meu corpo pede sons
Pra se movimentar
Esqueço da moça que vi,
Inundo a sala e com a noite faço par

Um comentário:

vanessa disse...

meu corpo pede sons
para se movimentar...



uiii


meu corpo pede sons


sons!